Pintando 7: conheça a história e os efeitos da campanha que ajuda a transformar vidas! 

Pintando 7 Gazin conheça a campanha

Tempo de leitura: 5 minutos. 

A Campanha Pintando o 7 já começou e mais uma vez reforça a parceria da Gazin com APAEs de diversas partes do Brasil.

Já imaginou uma iniciativa na qual parte das suas compras é revertida em doações para instituições especializadas em pessoas com deficiência para ajudar na evolução desse trabalho?

É assim que funciona a Pintando o 7! 

Durante todo o mês de julho, todas as compras acima de R$100 realizadas na Gazin terão R$7 doados para as APAEs da cidade da loja em que você comprou. 

Caso a cidade não tenha APAE, a doação será realizada a outras instituições que realizam serviços especializados ao mesmo público. 

Mas afinal, como surgiu a Pintando o 7 e como ela tem ajudado a transformar vidas por diversos estados do país? Continue lendo e confira!

História da campanha

Uma das campanhas mais antigas e tradicionais da Gazin se renova a cada ano aprimorando cada vez mais o impacto que tem sobre seus clientes. 

Marcando todo o mês de julho, é sinônimo de destaque dentre as varejistas que, neste período, não costumam contar com campanhas desse porte. 

Sendo assim, a Pintando o 7 vem como uma oportunidade de fidelizar consumidores e, sobretudo, promover atitudes de transformação social. 

No ano passado…

Com tudo o que se passou nos últimos anos, é inevitável que as pessoas mudem e se tornem cada vez mais conscientes de seu papel no mundo. 

Este foi um dos principais combustíveis que nos levou a transformar a Pintando o 7 em muito mais do que uma campanha, em uma corrente de boas ações que geram reações.

Hoje temos orgulho de dizer que construímos uma corrente de solidariedade junto com aqueles que confiam em nossos produtos. 

No ano passado, foram arrecadados mais de 2 milhões de reais para APAEs e outras instituições de diversos estados do Brasil. 

Foram centenas de pessoas que tiveram suas vidas transformadas! Neste ano, esperamos dobrar a meta!

Mas claro, isso só é possível com a ajuda de pessoas como você. Vamos nessa? 

Os reflexos de solidariedade 

Não temos como te convidar a participar desta com a gente sem mostrar os efeitos dessas ações na vida das pessoas, né? 

Por isso, conversamos com a Diana Milhome Varjão, presidente da APAE de Barra do Garças (MT) desde 2017, uma das unidades beneficiadas pela campanha em 2021.

Ela, que já está na expectativa para a nova edição da campanha, conta que sua história com a família Apaeana começou lá atrás, em 2002, como professora.

“Me apaixonei pelas crianças no primeiro dia! Depois de seis anos assumi a coordenação, depois a direção da APAE, onde fiquei durante seis anos também”, conta. 

Ela conta que, no ano passado, a Pintando o 7 rendeu 12 mil em doações para a unidade.

Montante que foi essencial para diversas melhorias na APAE, que recebe 73 assistidos de Barra do Garças e também Pontal do Araguaia.

Além de outros da região com atendimentos pontuais. 

“Queremos reformar o nosso ônibus, ele é de 2011, mas como anda muito, está muito velho, o assoalho já está muito gasto”, conta ela sobre os planos para as doações de 2022. 

Além disso, esperam atualizar o salário dos colaboradores da unidade e construir um anexo à cozinha.

O objetivo do anexo é acomodar, de forma correta, os botijões P45 utilizados no preparo das refeições. 

Mas e aí, pronto para entrar nessa corrente com a gente? 

Enfim, leia mais sobre a campanha: 

Grupo Gazin realiza novamente a tradicional campanha Pintando o 7 para as Apaes

Deixe um comentário